Retomada das Aulas Presenciais no Município de Bauru em 2020

Data: 10/09/2020 09:00 à 24/09/2020 23:59

Por recomendação do Centro de Contingência do Coronavírus, o governo de São Paulo adiou a reabertura das escolas públicas e privadas no estado para o dia 7 de outubro. A princípio, a data de volta às aulas seria 8 de setembro. A medida vale tanto para a rede pública quanto a privada, da educação infantil até o ensino superior.

O retorno oficial também só ocorrerá se 80% das regiões estiverem por 28 dias seguidos na fase amarela do Plano São Paulo e será gradual, com regras sanitárias e de segurança, além do esquema de rodízio de alunos definido pelas próprias escolas e dividido em três fases:

•PRIMEIRA FASE - Somente 35% dos alunos de cada classe poderão frequentar as escolas a cada dia, ou seja, em um dia vai um grupo, em outro dia, vai outro. Mas a Secretaria da Educação do Estado de SP não informou qual modelo de rodízio as escolas devem se inspirar.

•SEGUNDA FASE – Até 70% dos alunos poderão frequentar as escolas a cada dia.

•TERCEIRA FASE - 100% dos alunos podem voltar às salas de aula.

O Secretário Estadual da Educação de SP, Rossieli Soares, destacou que os prefeitos podem criar calendários próprios e planos mais restritivos, com base nos dados epidemiológicos regionais. Se uma eventual decisão municipal diferir do calendário proposto pelo Estado, a medida local valerá para todas as escolas públicas e privadas daquela cidade.

Diante do cenário de pandemia, em que ainda não há perspectiva de curto prazo para uma vacina eficaz e a principal orientação das autoridades de Saúde ainda é manter o isolamento social, esse posicionamento tem provocando intensos debates - no interior paulista, entre especialistas das áreas envolvidas nesta questão.

Tendo em vista que entre as atribuições do Poder Legislativo está o assessoramento dos atos do Executivo, visando melhor respaldo nas decisões finais, estamos procurando maiores subsídios quanto à retomada ou não das aulas presenciais no âmbito municipal, e para tanto, a Câmara dos Vereadores de Bauru quer ouvir o posicionamento da população e garantir a ampla participação da comunidade sobre este tema de elevado interesse público.

* Vale ressaltar que as respostas somente servirão de subsídios para análise, encaminhamentos e que os dados não serão usados e nem compartilhados para outros fins. *